sexta-feira, 1 de junho de 2012

A GUERRA DE CLARA , de CLARA KRAMER (Maio/2012 - Tema: Fatos Históricos)

A GUERRA DE CLARA  – AUTORA: CLARA KRAMER ( Sueli Couto resenha 1)

Este foi meu primeiro livro sobre holocausto. Nunca tive coragem de ler sobre o assunto, pois sabia que mexeria muito comigo mesmo sendo conhecedora da história. Escolhi ler no viajante do skoob pelo nome do livro ser igual o de minha filha e por ser uma história real, não li a sinopse antes. Se tivesse lido eu teria desistido e isso seria um erro. Emocionei-me muito e me apaixonei tanto pela história de Clara que ganhei o meu livro de presente e o reli.
O que dizer do horror pelo qual passou tantos seres humanos? Do extermínio de milhões de pessoas que faziam parte de grupos indesejados pelo regime nazista? Da ideia de ser superior a outros e matá-los? De tanta intolerância, maldade, sadismo? Sinceramente fico sem palavras, imaginando tamanho o horror...

Quando a guerra finalmente chegou à Zolkiew, na Polônia, em julho de 1942, os judeus são perseguidos, assassinos, enviados a campos de concentração. A família de Clara tenta buscar abrigo, um lugar para se esconder ou alguém que os ajudassem. E esta ajuda veio da forma mais improvável, da ultima pessoa que eles poderiam imaginar: o senhor Beck. Um anti-semita, com uma péssima fama de mulherengo, briguento, rude e beberrão. Ele e sua família protegeram e salvaram dezoito vidas escondendo-os no porão de sua casa por 18 meses!

Eles viveram neste abrigo subterrâneo abaixo da cama dos Beck, e passaram pelas piores provações, mas nada se comparava ao medo de que Beck desistisse de ajudá-los, lhes entregassem, ou simplesmente fossem embora, abandono-os a sua própria sorte.
Estimulada pela mãe, Clara escreve um diário onde relata como foram parar no sótão, quem era a família que os acolheu, quantas pessoas foram morar lá, as regras que foram estabelecidas, a fome, a sede, o desconforto, as noticias do massacre, as perseguições, as saudades dos familiares, o silencio, as dificuldades, as perdas, sacrifícios ...

É uma história emocionante, marcante, triste e envolvente. Extremamente difícil imaginar que um ser humano seja capaz de passar e sobreviver há tantas privações, humilhações, medo e provas. Um exemplo de fé, resistência, confiança, solidariedade, determinação e superação.
Recomendo, é uma história inesquecível!

Nenhum comentário:

Postar um comentário